domingo, 1 de maio de 2011

EMICIDA NUM SHOW INTIMISTA E MEMORÁVEL NO SESC IPIRANGA


Foi um show memorável!

E por uma maravilhosa conhecidência do destino, tive a oportunidade de conferir neste domingo com meu filho Cauan o show do Emicida, um dos rappers que mais tem crescido em popularidade entre as novas gerações, revelando-se como uma das maiores revelações do Hip Hop brasileiro atualmente.
Com lotação já esgotada, fui levá-lo junto de um amigo da academia para conferir a apresentação. A Nani, mãe do Cauan, havia conseguido os dois ingresos para eles com uma amiga dela, que é muito fan do Emicida e já tinha ido na apresentação do dia anterior.

Fiquei com vontade de assistir o show e resolvi arriscar ir até a porta do evento. Quando chegamos lá, havia uma menina com um único ingresso de estudante na mão, querendo vender pelo mesmo preço oficial: R$8!!!

Dito e feito! Entramos no show, que comemorava os dois anos do lançamento da primeira mixtape com o sugestivo nome "Pra quem já Mordeu um Cachorro por Comida, até que eu cheguei longe...", lançada por Emicida em junho de 2009, e que vendeu já vendeu mais de 10 mil cópias de tiragem! Detalhe: de forma independente, sem gravadora, de mão em mão, direto para seu público...


Sem dúvida, o cara é um fenômeno!
Pra quem não sabe, Leandro Roque Oliveira, de 25 anos adotou o nome Emicida ainda no início da carreira, nos anos 90.

É uma mistura de MC (o cantor de rap) com Homicida, uma alusão às batalhas vencidas por ele com o microfone na mão, um instrumento que lhe possibilitou mudar o destino comum a tantos meninos das periferias brasileiras, matando seus oponentes com as rimas bem articuladas.

Outra explicação que ele adotou posteriormente é uma menção às iniciais de seu nome: E.M.I.C.I.D.A. (Enquanto Minha Imaginação Compor Insanidades Domino a Arte).

Pessoalmente, nenhum de nós dois ainda tínhamos visto um show dele. Na verdade foi o Cauan quem me apresentou o som, que vive tocando em seu computador, no quarto ao lado do meu.

No palco, o que deu pra ver foi uma apresentação vigorosa e intimista de Emicida, que mostrou pleno domínio de palco para a pequena, mas inscandescida plateia, que lotou os 130 lugares do auditório do Sesc Ipiranga. Difícil foi o povo ficar sentado com um som tão maneiro!

Foi engraçado notar que apesar de virem da quebrada, o rapper Emicida e seu Dj Nyack trajavam terno escuro e gravata, no melhor estilo... Estilo de quem, há quinze dias foi para Nova Iorque representar nosso rap brazucanum importante festival. Quase não conseguiu ir... Na volta, virou até capa da Ilustrada da Folha!!!

SHOW NO SESC
A apresentação do Sesc Ipiranga também contou com a participação da vigorosa voz da cantora Fabiana Cozza.
Além de cantar em algumas músicas como "Outras Palavras" que vc assiste no registro acima, onde Fabiana comenta sobre a elegância "esporte social" do garoto!

Abaixo, o clipe de "Triunfo" pra você conhecer melhor o som do Emicida:

Quer saber mais sobre o Emicida?
Veja esse documentário, publicado no canal oficial do rapper no Youtube:

Valeu, Cauan, por me apresentar esse rap de responsa! Adorei ir ao show com vc! Bjão!

Curtiu o post? Deixe um comentário abaixo e espalhe pelas suas redes sociais!

3 comentários:

Cauan disse...

Eu tambem adorei o show, foi inesquecivel !!! Fico feliz em saber que vc tbm gostou ! Obrigado pela otima companhia papai, tamo junto !!

Paulo Castilho - Videojornalista Brasileiro disse...

;-)

NANI disse...

adorei vocês terem adorado ir juntos ;)

Continue navegando por aqui! Assuntos de interesse: